Um velho carpinteiro estava para se aposentar. Ele contou a seu chefe os seus planos de largar o serviço de carpintaria e de construção de casas e viver uma vida mais calma com sua família.
Claro que ele sentiria falta do pagamento mensal, mas ele necessitava da aposentadoria. O dono da empresa sentiu em saber que perderia um de seus melhores empregados e pediu a ele que construísse uma ultima casa como um favor especial.
O carpinteiro consentiu, mas com o tempo era fácil ver que seus pensamentos e seu coração não estavam no trabalho. Ele não se empenhou no serviço e se utilizou de mão de obra e matérias primas de qualidade inferior. Foi uma maneira lamentável de encerrar sua carreira.
Quando o carpinteiro terminou seu trabalho, o construtor veio inspecionar a casa e
entregou a chave da porta ao carpinteiro. "Esta é a sua casa", ele disse, "meu presente a você."
Que choque! Que vergonha! Se ele soubesse que estava construindo sua própria casa, teria feito completamente diferente, não teria sido tão relaxado. Agora ele teria de morar numa casa feita de qualquer maneira.
Autor desconhecido
Às vezes começamos tão bem, mas ao chegar ao final, não sei se por falta de atenção ou pela rotina, ficamos relaxados diante das tarefas da vida. A realidade é que nunca pensamos no próximo, e sim em nós mesmos. Nunca lembramos que a terra gira, e que tudo que eu faço hoje pode me beneficiar ou me prejudicar amanhã.
O carpinteiro nunca iria pensar que o seu ultimo trabalho seria a recompensa pelo seu grande esforço. Pena que ele se deixou levar pelo seguinte pensamento; “É o meu ultimo trabalho mesmo”.
Nunca pense assim. Sempre faça tudo como se fosse o primeiro, e mais, como se fosse para você mesmo.

Fazer sempre as mesmas coisas pode ser bastante estressante. Diariamente devemos descobrir formas alternativas de superar as nossas carências.
É de extrema importância sair da rotina e ter sempre um plano B que não dependa de terceiros para ser posto em prática. Devemos afastar-nos da nossa zona de conforto no qual nos sentimos à vontade e descobrir novas oportunidades.
Quando existe essa coragem dentro de nós, iremos contagiar as pessoas à nossa volta para uma novidade de vida. A auto estima se eleva sempre que a pessoa alcança o pretendido e consegue viver uma nova experiência.
Amigo leitor, já tentou sair da rotina? Qual foi a última vez que viveu uma nova experiência?
Fonte: Bispo Júlio Freitas
Tecnologia do Blogger.

I Love Blogs

Seja Bem Vindo!

Total de visualizações de página

Assista

Participe

Blogs Parceiros



Fan Page

Receba novidades em seu email

Post mais lidos

Pense

"Geralmente aqueles que sabem pouco falam muito e aqueles que sabem muito falam pouco."

Seguidores

Pesquise no Blog