Raquel era a irma mais nova de sua família e a esposa amada e escolhida de Jacó. Infelizmente como era o costume da época, Jacó teve que casar com a irmã mais velha que se chamava Lia. O erro maior de Raquel foi invejar, ter ciúmes e sustentar um espirito de competição com sua irmã. Raquel invejava a sua irmã por dar muitos filhos a Jacó, enquanto ela era estéril e infeliz. Raquel também era idolatra, sendo capaz de roubar e esconder os deuses de pau e pedra de seu pai Labão.

Raquel infelizmente, mesmo tendo o exemplo de amor, fidelidade e devoção de Jacó a Deus, ela continuava a ser uma mulher mesquinha e idolatra.

Mais tarde, Deus le abriu o ventre para que tivesse seus filhos, mas creio que isso somente aconteceu por causa do amor que Deus tinha por seu servo Jacó.

Outra mulher da bíblia que contrasta muito com Raquel era Ana.

Ana passou pela a mesma situação de Raquel, era uma mulher estéril e dividia seu amado esposo com outra esposa, Penina. Ao contrário de Raquel, Ana era uma mulher temente a Deus. Confiava fielmente nEle e era uma mulher de coração contrito e triste. Seu sonho também era ser uma mulher frutífera, pois em sua época a mulher que não tinha filhos, não era respeitada na sociedade. Ana poderia ser desprezada, humilhada perante sua rival, mas nunca perdeu o favor e carinho de Deus. Ela através de sua dor, tirou forças para fazer um voto com Deus e foi fiel naquilo em que prometeu. Seu filho mais tarde se tornou um grande homem de Deus, cresceu servindo e sendo moldado por Ele e o próprio Deus a abençoou com mais filhos e filhas.

Ana foi uma mulher que além de ser amada por seu esposo, era também uma mulher de fé, uma mulher de Deus.

O que mais me chama a atenção em Ana é sua vontade de ser frutífera, amar e ser muito amada. Na minha concepção, o maior sonho da mulher de Deus (digo isto porque este é o desejo do meu coração) é dar muitos frutos, é ter sempre um casamento abençoado, é fazer meu marido homem de Deus feliz e somar em sua vida.

Ana não somente queria ser mãe de muitos filhos, mas ela também prezava pela a reputação de seu esposo, o respeitava e queria muito o fazer feliz e este é o nosso desejo, fazer feliz a todos ao nosso redor e ainda mais agradar ao Deus supremo com nossos frutos, com nossa dependência nEle, enfim estar no centro da sua vontade.

Deus abençoe!!

2 comentários:

  1. Eu tambem fiz o voto de Ana e estou confiando em Deus, lendo esse post vi como a Bíblia é atual pois retrata igualzinho nos dias de hoje.quantas nao tem sido Anas e quantas nao tem sido como Raquel?! Nossa escolha depende como nos comportamos . É muito além do jeito da mulher, é a forma como ela reage.

    ResponderExcluir
  2. CONVITE
    Passei por aqui lendo, e, em visita ao seu blog.
    Eu também tenho um, só que muito simples.
    Estou lhe convidando a visitar-me, e, se possível seguirmos juntos por eles, e, com eles. Sempre gostei de escrever, expor as minhas idéias e compartilhar com as pessoas, independente da classe Social, do Credo Religioso, da Opção Sexual, ou, da Etnia.
    Para mim, o que vai interessar é o nosso intercâmbio de idéias, e, de pensamentos.
    Estou lá, no meu Espaço Simplório, esperando por você.
    E, eu, já estou Seguindo o seu blog.
    Força, Paz, Amizade e Alegria
    Para você, um abraço do Brasil.
    www.josemariacosta.com


    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.

I Love Blogs

Seja Bem Vindo!

Total de visualizações de página

Assista

Participe

Blogs Parceiros



Fan Page

Receba novidades em seu email

Post mais lidos

Pense

"Geralmente aqueles que sabem pouco falam muito e aqueles que sabem muito falam pouco."

Seguidores

Pesquise no Blog